Você vende 1/3 da sua vida?

Você vende 1/3 da sua vida?

Esta será uma daquelas publicações polêmicas, mas se a provocação render boas reflexões vale o risco!

Iniciando a linha de raciocínio, depois que entramos no mercado de trabalho, passamos 1/3 dos nossos dias trabalhando, 1/3 dormindo e temos mais 1/3 de sobra para fazermos o que quisermos, mas lá no fundo sabemos que não é bem assim!

Você há de concordar comigo que todos nós temos 24 horas no dia, ou seja, estas 24h são nossas e alguns de nós decide pegar 1/3 delas e vender para uma empresa, seja ela sua ou de terceiros!

Bem, se ela for sua é bem provável que você não venda somente 1/3 do seu dia, mas isto é uma outra história.

Note que aqui já temos um primeiro entrave, se vendemos 1/3 do nosso dia para uma empresa, a partir deste momento este tempo não é mais nosso e sim da empresa, você concorda? Desde a contratação, este tempo é para que nós façamos o que a empresa quer e do jeito que ela quer ou não?

Deveria ser assim, mas infelizmente isto não é uma realidade e as consequências são muitas, mas posso resumir elas em desperdício de energia e tempo de vida!

Mas vamos tentar entender o que pode estar acontecendo, para isto vamos dividir esta responsabilidade em duas partes, uma parte fica para a empresa que comprou as horas e a outra fica para nós que vendemos as mesmas.

Vamos começar olhando para a empresa, em específico para a equipe de gestão da mesma, que é responsável por ocupar o tempo de cada uma das pessoas contratadas, repito, para fazer o que a empresa quer e do jeito que ela quer!

Em resumo, o trabalho da equipe de gestão é definir o que precisa ser feito, orientar cada uma das pessoas como fazer e acompanhá-las durante a execução. Falando assim parece algo simples, mas na prática sabemos que não é tão simples assim!

Agora me responda com sinceridade, se o trabalho da equipe de gestão não for bem feito, o que será que acontece? Na minha opinião, quando você delega algo para uma pessoa sem uma definição clara, sem uma orientação consistente e sem o devido acompanhamento, a pessoa tentará dar o seu melhor, eu não tenho dúvidas disso, mas mesmo apesar de toda a dedicação, ainda poderá não ser suficiente, pois cada pessoa tentará fazer do seu jeito, o que nem sempre é o jeito melhor, mais rápido e mais barato de ser feito!

Antes de seguir me permita deixar uma provocação bônus! Como está a assertividade dos processos de seleção das pessoas nas empresas? Será que a equipe de gestão está conseguindo colocar às pessoas certas nos lugares certos?

E será no embalo do processo de seleção que começamos a olhar para a segunda parte da responsabilidade, que diz respeito a nós, que vendemos 1/3 do nosso dia para uma empresa!

Entendo que a expressão “vender” lhe causa um certo desconforto não é mesmo? Mas isto não significa que as horas vendidas serão um fardo a ser carregado, pelo contrário, estas horas podem se tornar as melhores horas do nosso dia, mas para que isto aconteça, precisamos vendê-las de maneira consciente!

Este é um assunto muito grande, por mais que eu queira, não conseguirei abordá-lo da maneira que merece somente nesta publicação, mas farei isto em publicações futuras. O que preciso lhe deixar neste momento são duas importantes reflexões, que quando encaradas de frente, podem aumentar a sua consciência!

A primeira é responder a seguinte pergunta:

Eu estou vendendo 1/3 do meu dia somente por necessidade?

Observe com carinho esta reflexão, pois muito do que fizemos por necessidade pode se tornar uma obrigação, o que por consequência deixará tudo mais pesado, ou seja, de verdade um fardo a ser carregado!

Olhe com o mesmo carinho também para a segunda pergunta:

Durante o tempo vendido, eu conseguirei entregar o meu melhor para fazer o que precisa ser feito do jeito que precisa ser feito?

Neste momento será necessário lembrar que se você decidiu vender 1/3 do seu dia para uma empresa, este tempo não é mais seu e o justo é utilizá-lo exclusivamente para o que a empresa precisa, afinal, ninguém é obrigado a nada e você aceitou vender o seu tempo em troca de uma remuneração financeira.

Pense com carinho nestas duas reflexões, pois como bem sabemos a nossa vida é curta e não é justo com você passar 1/3 do seu dia fazendo algo que não lhe dê brilho no olhar!

Finalizo esta reflexão reforçando que este conteúdo foi preparado com muito carinho para estimular você a ressignificar hábitos na sua vida, se ele fez sentido para você, a melhor forma de retribuir é ajudando para que ele alcance o maior número de pessoas possíveis, para isto, basta você deixar o seu “like” ou o seu “deslike”, o seu comentário e se possível compartilhar com as pessoas que desejar!

Todas as semanas temos um conteúdo novo relacionado a gestão! Se você desejar ser notificado em primeira mão a cada publicação é só se inscrever na mídia social da sua preferência ou se cadastrar na minha lista privada, para isto, basta clicar no link que está na descrição!

Muito obrigado pelo seu tempo, pela sua atenção e até a próxima!

Conheça as minhas mídias sociais ou inscreva-se na minha lista privada:

https://www.alexandrodeschamps.com/social